domingo, 8 de janeiro de 2012

Indicação: "Pão e Rosas"

O filme Pão e Rosas é um ótimo filme que demostra a vida de mexicanos ilegais em Los Angeles. Bread and Roses tem algumas semelhanças com o livro de Maria Aparecida "Errantes do fim do século". Segue abaixo informações do site Terra Cinema


Cartaz de divulgação do filme
Trabalhadores explorados, endividamentos, lutas e patrões capitalistas - com outro manifesto nas telas, o diretor britânico Ken Loach descreveu as massas pobres e oprimidas e sua lutas para sobreviver em um mundo cruel de "laissez-faire" em Bread and Roses (Pão e Rosas). 
O filme passa-se em Los Angeles, onde imigrantes mexicanos ilegais trabalham como faxineiros do turno da noite em um edifício de escritórios, por salários humilhantes. Eles não têm assistência médica, nenhuma proteção trabalhista e ainda suportam um patrão abusivo.  Bread and Roses não deve deixar um único par de olhos secos na platéia, ao mostrar a luta pela criação de um sindicato, pelo trabalho e alguns dos imigrantes voltando-se para o roubo e prostituição para pagar o aluguel e alimentar os filhos.  
No meio disso tudo há Maya, uma jovem de Tijuana que, com um ativista americano apaixonado - Sam - corajosamente lidera uma campanha guerrilheira contra corporações, ameaçando as famílias e vidas dos empregadores, e correndo o risco de uma extradição.


Bread and Roses foi exibido em sala de aula pela professora de Geografia da População.

0 comentários:

Postar um comentário

Todos os comentários necessitam de aprovação!

- Sugestões, críticas e/ou elogios escreva para: geografandoemfoco@gmail.com
- Siga no Twitter: @GeoemFOCO ou @Italocvs